fbpx

Desvio de leite em laticínios: que problemão!

Sejamos sinceros: a desonestidade é forte e marcante no nosso mundo. Não é uma visão apocalíptica ou pessimista, é realidade. A natureza humana é boa e má; da bondade, devemos desfrutar, enquanto que contra a maldade, devemos nos prevenir.

Toda pessoa sabe que o mundo dos negócios e das relações comerciais também é recheado de situações cruciais, onde nossa agilidade e capacidade de percepção são testadas e, sobretudo, que existem situações prejudiciais, que fogem ao nosso controle, tendo em vista que ninguém pode ter consciência de tudo que ocorre, 24 horas por dia.

Nesse sentido, vale citar que, entre os anos de 2017 e 2018, o leite foi o produto alimentar mais fraudado do Brasil, com margens estatísticas chegando em até 38%. Complicado, não é? Bastante.

O que pode ser considerado “fraude” em laticínios?

De acordo com o site especializado “Food Safety Brazil”, as fraudes no leite se dão de 7 maneiras diferentes: alteração, manipulação, roubo, over-run, falsificação, simulação e desvio. Alteração acontece quando a composição do leite é adulterada, para fins internos; manipulação se dá quando tudo, em relação ao alimento, é imitado, como quando imita a embalagem de outro produto; roubo é apropriação indevida de algo (caminhão de transporte, produtos, etc); over-run se refere à produção excessiva, não autorizada e subnotificada do leite, por funcionários, por exemplo; falsificação é a fraude e apropriação indevida de um produto, sem atribuição de imagens e direitos ao laticínio em questão.

As outras duas situações são simulação e desvio. A primeira acontece quando um produto é criado como uma cópia, quase igual ao que pretende imitar (imitação da embalagem e das cores e mudança do nome, como exemplo); a segunda situação, da qual falaremos hoje, está no âmbito de distribuição e venda indevidas do produto, nas conhecidas situações de apropriação ilegal de uma quantidade do leite transportado.

Infográfico dos tipos de fraudes, disponível na página da Food Safety Brazil.

Como se nota, as 7 situações apresentam diferentes características danosas. Entretanto, dentro da esfera dos laticínios, o desvio pode ser considerada a pior forma de fraude existente. O porquê? Te falamos no próximo tópico.

Desvio de leite: um dos grandes desafios para laticínios

É exatamente isso que você leu. O desvio de leite pode ser um dos seus piores adversários, se você deseja que seu laticínio tenha uma gestão de sucesso e de maximização dos resultados. O desvio, nesse sentido, pode se dar em diferentes esferas: em relação ao produtor, ao transportador e até mesmo à equipe de industrialização, por exemplo.

Um exemplo? Imagine que o transportador “X” rumou à cidade de Campinas. Lá, tinha de receber uma carga de 5000 litros. Porém, em seu controle manual, anotou apenas 4800 litros, entregues posteriormente.

Pouco prejuízo? Depende do ponto de vista. Aplicando essa mesma situação à 20 transportadores, à nível mensal, o prejuízo é altíssimo, e você nunca descobriria. Faça as contas: 20×200= 4000. Multiplique por 30 e darão 120 mil litros mês. Claro, isso num cenário bem otimista, onde a quantidade desviada não seria tão expressiva.

Outra forma de se desviar leite é pela clonagem de amostras. De que modo? coletando várias amostras de uma mesma fonte láctea. Isso acontece quando a amostra em questão deveria ser direcionada para o laboratório de controle de qualidade. Outra situação ruim. Mais prejuízo, infelizmente.

Como evitar esse tipo de situação?

Se o seu laticínio sofre com as dores acima (controle manual, planilhas, ou até um sistema que não abarque as necessidades desejadas), existem soluções viáveis que, todavia, são mais difíceis de serem elaboradas: melhora de comunicação com o transportador e o produtor; investimento em técnicas de controle da qualidade e da quantidade que saiu e chegou, posteriormente.

Agora, falaremos da melhor solução: investimento em um software de gestão, específico para laticínios. Por que essa seria a melhor solução? Por vários motivos: primeiramente, que você terá melhora nos seus resultados de gestão, pois tudo fica unificado, dentro de um só lugar, que é o seu computador.

Facilmente, também te diríamos que, para o caso de desvio de leite, você vai poder controlar o processo de coleta, desde a saída (com o produtor) até a chegada (no seu estabelecimento) e, com isso, anular tentativas de furtos e desvios. Como estamos falando de um sistema onde tudo é interligado, você e seu laticínio só tendem a ganhar com isso.

Claro que essas são algumas das soluções, que você só tem com um software para laticínios – somos especialistas nesse tipo de solução. Podemos oferecer tudo isso e muito mais, o que você confere entrando em contato conosco, pelo nosso site visualsoftware.inf.br, ou pelo telefone: (46) 3232-2005. Estamos esperando seu contato. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *