fbpx

Pensando em trocar de Sistema de Gestão? Aprenda os passos certos para isso!

Na vida, tudo é fase, tudo é ciclo. Muitas vezes, algo cai como uma luva para algumas pessoas, ajuda a cobrir algumas necessidades, mas chega um momento de renovar, alçar novos voos, experimentar o novo. Essas ideias também valem para a gestão empresarial: por vezes é necessário inovar, mudar o rumo, para atingir um patamar maior do que aquele em que a empresa já se encontra.

Nesse sentido, falamos dos sistemas ERP. Eles são a alma de muitas empresas. É o ERP utilizado que vai determinar muito do que sua empresa pode crescer – ou não. Imagine um sistema que te deixa na mão constantemente, atrasa suas vendas e seu desempenho? Assim fica difícil crescer. Por isso vamos falar dos passos necessários para ser feita a troca de sistema – mas já avisamos que nós temos o ideal para você. Não é uma tarefa fácil, mas é super necessária para o seu crescimento. O começo de tudo é…

Qual sistema escolherei?

Normalmente, a gente deve começar pelo… começo! Como sua empresa vai mudar de patamar se você ainda nem sabe qual sistema novo vai usar? Não adianta, por exemplo, no meio da insatisfação escolher um sistema que você nem conhece, ou que estão te pressionando para comprá-lo, sem ao menos especificá-lo. O jeito é pesquisar e ouvir as propostas, com calma, afinal uma troca de sistema necessita tempo de instalação, treinamento e transição de muitas coisas.

No sentido que falamos, caso você deseje conhecer um sistema diferente, que vá de encontro às suas principais necessidades comerciais, teremos o prazer de te apresentar nossas soluções, voltadas para inúmeros ramos diferentes, desde o varejo até os laticínios, temos certeza que você se impressionará com tudo que elas podem oferecer. contate-nos pelo tel (46) 3532-2005, ou pelo site visualsoftware.inf.br.

Quais setores utilizarão o software?

Outra pergunta importante a ser feita. Talvez nem todos os setores precisarão de uma máquina com o software, isso depende muito da estrutura interna da sua empresa. Então, seria de extrema necessidade fazer um levantamento de quais setores utilizarão, bem como os módulos que serão utilizados. Isso ajuda – e muito – a agilizar seu processo de transição posterior, bem como não atrasará nada de importante que deve ser feito.

Desempenho dos funcionários é importante!

O treinamento dos funcionários é muito importante, na utilização da nova ferramenta. Do que adianta ter, por exemplo, um software excelente, se ele não for utilizado em suas funções e capacidades máximas, que te ajudem a agilizar inúmeros processos internos da empresa? É a mesma coisa que comprar uma Ferrari e deixá-la na garagem – uma analogia meio diferente, mas válida. Até porque, caso seus funcionários não saibam utilizá-la corretamente, acabarão correndo o risco de perderem em desempenho, o que dificulta a vida de todo mundo.

Como está o uso do sistema?

Por último (mas não menos importante): acompanhe o uso do sistema, qual o desempenho que ele está tendo, quais processos podem ser otimizados, enfim, veja sempre de perto o que ele está oferecendo, efetivamente. Será que a eficácia está sendo a desejada/prometida? Essas questões são vistas, acompanhando o software de perto.

Reforçamos o convite: venha conhecer nossas soluções em software! Não importa seu ramo: atendemos inúmeros ramos da indústria brasileira: varejo, laticínios, entre muitos outros. Com profissionais especializados, vamos buscar realizar o melhor possível para gerar mudança na história da sua empresa. O contato já deixamos acima. Você não vai se arrepender, ok? Valeu 😉

Referência textual: Omie