fbpx

Cuidado! Golpe que promete deixar WhatsApp rosa abre espaço para roubo dos seus dados

Corre que é cilada, Bino! É fácil de identificar aqueles golpes via SMS, que prometem carros, viagens e dinheiro, pedindo suas informações pessoais e bancárias. Por outro lado, identificar golpes por outras plataformas pode ser mais difícil. Exemplo disso é o que está acontecendo no próprio WhatsApp: uma suposta “nova atualização”, que circula por vários grupos mundo a fora, promete deixar seu aplicativo com uma nova interface, de cor rosa, de forma bem lúdica. O problema é que as coisas não são bem assim.

A atualização, na verdade, é somente uma fachada para o roubo dos seus dados, uma vez que, ao instalá-la, o celular da vítima é infectado por um malware, vírus extremamente perigoso utilizado por hackers para roubo de dados. Além de correr o risco de ter suas informações pessoais roubadas, a pessoa também pode perder a conta do WhatsApp, uma vez que o número poderá ser bloqueado, assim como a conta clonada.

Como tudo isso começou?

Ainda não se sabe, ao certo, qual a origem desse vírus, isto é, autor, país, dentre outras informações. Mas sua existência ganhou fama quando o especialista em segurança digital da Índia, Rajshekhar Rajaharia, denunciou os golpes que aconteciam, por meio do seu Twitter: “Cuidado com o WhatsApp Pink! Um vírus está sendo espalhado em grupos do Whatsapp com um link para download de um APK”.

Continue lendo.

O que leva algumas pessoas a clicarem no link e se tornarem vítimas do golpe, é o fato de o anúncio de atualização ser muito parecido com os que são feitos, oficialmente, pelo WhatsApp. O segredo, para não cair em peripécias desse tipo, é nunca instalar nada que não seja proposto oficialmente dentro do seu aplicativo. A internet é um mar perigoso onde todos, mesmo que em um segundo de desatenção, estão propensos a caírem em armadilhas. Só instale atualizações e aplicativos oficiais. Nunca baixe de sites externos.

A solução, caso a pessoa tenha caído na armadilha e instalado o app, é desinstalá-lo do celular e apagar todos os dados relacionados à ele, assim como desvincular todos os dispositivos nas configurações do WhatsApp. Outra medida é verificar as permissões de aplicativos, para ver se está tudo em ordem, e não há nada fora do normal.

Para mais dicas como essa, inscreva-se no nosso canal do Telegram, clicando aqui. Nele, trazemos dicas diárias de software, gestão de empresas, internet e muito mais. Valeu e um abraço!!

Créditos da imagem de destaque: Freepik.com.